Encontro de dois Prefeitos eleitos

Alceu Barbosa Velho e Eduardo Leite, de Pelotas, no Salão Julho de Castilhos

O Deputado Estadual Alceu Barbosa Velho (PDT), que presidiu parte da sessão legislativa de hoje (6) deu às boas vindas ao Plenário da Assembleia Legislativa ao Prefeito eleito de Pelotas, Eduardo Leite (PSDB), o mais jovem prefeito eleito do Estado, que esteve visitando o Legislativo. Alceu cumprimentou Leite na condição de Prefeito eleito de Caxias do Sul e falou da necessidade de municípios importantes como Caxias e Pelotas trocarem informações e experiências.
Fotos Galileu Oldenburg

Pedetistas apresentam substitutivo ao projeto da EGR na segunda-feira

Sugerida pelo presidente em exercício da Assembleia Legislativa, Deputado Alceu Barbosa Velho, será na próxima segunda-feira (4) a tarde, no Palácio Piratini, a audiência com o governador Tarso Genro para apresentação do novo substitutivo ao projeto de lei do Executivo que propõe a criação da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) para gerir os pedágios comunitários no Rio Grande do Sul. A audiência foi acertada por Alceu e os deputados Dr. Diógenes Basegio, Marlon Santos e Gilmar Sossela e objetiva definir os detalhes do substitutivo que está sendo elaborado pela bancada definindo que os pedágios gaúchos serão administrados pela Superintendência de Administração Direta dos Pedágios, órgão já existente no Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (DAER). Também segue na proposta a priorização pelo sistema de pedágios comunitários, em detrimento das concessões, o investimento dos recursos arrecadados diretamente nas praças e a devolução à União a gestão das rodovias federais.

Presidente em exercício quer políticas diferenciadas de educação para manter jovens no campo

Mesmo com a agenda apertada, o presidente em exercício da Assembleia Legislativa e titular da Comissão de Agricultura, Pecuária e Cooperativismo, deputado Alceu Barbosa Velho (PDT), participou no Plenarinho da audiência pública das comissões de Agricultura e de Educação sobre a “Educação no Campo”e destacou a importância da educação para o desenvolvimento da sociedade. Disse que a educação no campo deve ser vista como instrumento capaz de proporcionar aos jovens perspectivas de permanência no local com qualidade de vida igual ou até superior às que podem ser encontradas na cidade. Salientou as dificuldades enfrentadas pelos jovens que vivem no meio rural quanto a uma educação qualificada e voltada as suas necessidades. O encontro reuniu autoridades federais, estaduais e municipais, além de representantes de universidades, escolas rurais e entidades sindicais.

foto: Marcos Eifler

Na presidência da AL Alceu Barbosa manifesta apoio a servidores do Daer

Em audiência na Sala da Presidência da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul (ALRS), nesta quinta-feira (31), o deputado Alceu Barbosa (PDT), presidente em exercício, recebeu lideranças e funcionários do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (DAER). Eles foram à presidência agradecer aos pronunciamentos feitos por Alceu Barbosa que destacou a capacitação do órgão para administrar os pedágios comunitários, que tem boas possibilidades de sucederem ao modelo instalado no Estado.

O grupo de servidores foi liderado no encontro, pelo presidente da Sociedade dos Engenheiros Civis do Daer (Secdaer), Laércio Toralles, e pelo vice- presidente, Ricardo Von Muhlen. Em especial, ele agradeceu pelo apoio manifestado por Alceu Barbosa em entrevista concedida a André Machado, a Rádio Gaúcha, onde destacou a necessidade de se revitalizar e prestigiar o DAER. Foram apresentadas ao Deputado propostas por estruturação, condições de trabalho e diretrizes na condução da política rodoviária do Estado também são apresentadas pela Sociedade dos Técnicos Universitários do Daer (Sudaer).

foto: Vinicius Reis

Alceu Barbosa propõe saneamento e não simples extinção da SUEPRO

Foto: Galileu Oldenburg | Agência ALRS

A intenção da Secretaria de Educação do Rio Grande do Sul de extinguir a Superintendência da Educação Profissional (SUEPRO) e instituir, no seu lugar, uma coordenação específica foi motivo de lotação do Plenarinho da Assembleia Legislativa, sob a presidência do Deputado Alceu Barbosa Velho (PDT) em audiência pública da Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia. A audiência, solicitada por Alceu, contou com a presença do secretário Estadual de Educação, José Clóvis de Azevedo; do superintendente da SUEPRO, Pedro Luiz Maboni; de Meri Terezinha Cichocki Marmilickz, presidente do Conselho Estadual de Diretores de Escolas Agrícolas; de Sérgio Cristani, presidente da Associação Gaúcha de Professores do Ensino Agrícola; de diretores da Secretaria de Educação, de escolas técnicas, professores e alunos. Os trabalhos foram abertos por Alceu que fez questão de ressaltar a importância de “sabermos as razões da extinção da SUEPRO”, que as escolas técnicas ficaram sabendo através do site da Secretaria de Educação. O Deputado manifestou sua preocupação com possíveis prejuízos que advirão da extinção da Superintendência, caso ela se confirme: “Estamos aqui todos defendendo a escola profissional e a intenção de promovermos esta audiência pública foi para fazermos o debate”, afirmou. “A constatação a que chego neste momento – inclusive pela fala do secretário da Educação – parece ser que o problema é a forma como está sendo realizada a extinção da SUEPRO, simplesmente se acabando com o órgão. Sou do princípio que, quando se dá banho numa criança, se joga fora a água suja e não a criança. Recomendo que se discuta mais o assunto, que este diálogo se prolonge. Somos todos favoráveis ao avanço tecnológico e talvez possamos sanear a SUEPRO e aproveitar tudo de bom que ela tem em sua bonita história”, disse o Deputado. O secretário de Educação, José Clóvis de Azevedo, disse que a intenção do Governo do Estado é de dar mais mobilidade para a SUEPRO que passará a integrar o gabinete do secretário. “Se a SUEPRO funciona muito mal é por causa de sua estrutura superada, fruto de outra época, que separou o ensino técnico da escola. Vamos trabalhar na linha de dar mais mobilidade às 156 escolas técnicas do Estado e fazer com que os recursos federais cheguem melhor. A Superintendência é obsoleta e, por isso, alguns convênios não avançam. Temos a certeza de que vamos mostrar para todos o melhor, com um trabalho diferenciado, singular na formação de nossos jovens. É uma questão de concepção de gestão e política de governo”. Ao final da reunião, o Deputado Alceu Barbosa recebeu um abaixo assinado da SUEPRO contendo pedido para ela não seja extinta e encaminhou o documento, com quatro mil assinaturas, ao governador Tarso Genro para que ele avalie.